quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Comece o ano a poupar no supermercado!

Hoje em dia, grande parte dos rendimentos é gasto nas compras de supermercado, portanto cada cêntimo poupado é dinheiro que poderá ser gasto em outras coisas fundamentais, ou quem sabe, para um pé-de-meia.

Imagem retirada da Internet


Tem-se ouvido nas notícias, que os preços de vários produtos alimentares vão sofrer alterações e que vão ficar mais caros. Isto reforça o quanto é importante poupar, mesmo que não seja muito (grão a grão enche a galinha o papo).

Assim, não perca abaixo algumas dicas essenciais, para não ter deslizes ao fim do mês e conseguir poupar:

Quando fizer o orçamento familiar mensal, estipule um valor a gastar no supermercado, fazendo a média do que gastou nos meses anteriores. Desta forma, consegue saber o que pode gastar semanalmente.

Planeie um menu semanal, para evitar comprar mais do que precisa, além de ficar com as refeições já programadas para a semana. Caso pretenda imprimir o menu semanal clique AQUI.

Uma boa forma de poupar dinheiro é antes de ir às compras, dar uma vista de olhos nas promoções online ou em folhetos, para decidir o que comprar e onde comprar.

A terceira dica, uma das mais importantes, é munir-se sempre de uma lista, quando for fazer compras. Esta tarefa é rápida, basta apontar num papel os produtos, conforme vão acabando, depois é só dar uma olhadela rápida pela despensa, casa de banho e lavandaria e escrever o que falta na hora. Se desejar pode imprimir a minha lista de compras e mantê-la sempre atualizada, para isso basta clicar AQUI.

Ao fazer a lista, agrupe por categoria todos os produtos a comprar, para que não tenha que andar de um lado para o outro, e fique mais facilmente sujeito às compras por impulso. Foque-se unicamente na lista que fez.

Ir com fome ao supermercado é sinónimo de comprar mais. Segundo um estudo as pessoas que vão com fome às compras têm mais impulsos consumistas (também comemos com os olhos).

Fuja da hora de ponta nos supermercados, normalmente ao fim da tarde, para conseguir comprar com calma, o que está na lista e não comprar o que lhe aparece à frente, só porque está farto de estar no supermercado.

Quando digo comprar com calma, não digo passear por todos os corredores, porque isto sem dúvida vai fazê-lo gastar mais dinheiro, e desviar-se do orçamento que estipulou.

Ir ao supermercado com crianças também não é a melhor maneira de poupar nas compras. As crianças tendem a pedir tudo o que lhes chama atenção. Muitas das vezes os pais só para não ouvi-los pedinchar (já para não falar nas birras), acabam por comprar o que os meninos querem.

Faça as compras semanalmente. Evite ir ao supermercado várias vezes durante a semana. É certo e sabido, que sempre que vamos ao supermercado compramos sempre alguma coisa a mais, que não tínhamos necessidade.

Evite comprar refeições rápidas, além de serem sempre mais caras, normalmente têm conservantes e outros agentes menos saudáveis.

Compare os preços dos produtos, isto é, veja sempre o preço marcado por kg/ml/unidade, e nunca por embalagem. Esta dica é muito importante para poupar no supermercado.

Os supermercados tendem a colocar os produtos mais caros nas prateleiras mais acessíveis aos nossos olhos, para ficarem mais visíveis e um chamariz para os nossos sentidos.

Compre sempre produtos da estação, os produtos fora de estação são sempre mais caros.

Compre produtos de marca branca. Estes, normalmente, são fabricados por outras marcas conhecidas e não são sinonimo de má qualidade, simplesmente as marcas brancas poupam dinheiro em publicidade, e muitas vezes na própria embalagem. Claro, que há produtos de marca branca, que não funcionam ou de que não gostamos. Aí só, nos resta estar atentos às promoções e comprar na hora certa.

Faça algum stock se vir produtos com 50% ou mais de desconto, isto claro, se forem produtos que não se estraguem rapidamente. Tais como, papel higiénico, papel cozinha, shampoos, pasta dos dentes, algodão, arroz, açúcar, massas, etc.

Confira sempre a validade dos produtos que compra, para não ter surpresas quando chegar a casa.

Os supermercados têm feito promoções enormes com produtos no fim da validade. Aproveite estas promoções, se for utilizar este produto no dia ou dia seguinte. Quanto à carne, eu recomendo comprá-la nestas promoções e colocá-la a congelar logo que chega a casa e ir descongelando conforme precisa. Aqui pode poupar bastantes euros.

No final das compras confira sempre os preços. A mim já me aconteceu no Pingo Doce, várias vezes, não fazerem o desconto e eu ter que chamar atenção para o facto.

Por fim, nunca se esqueça de levar os sacos reutilizáveis, o ambiente agradece e a bolsa também!

Se gostou das dicas, pode sempre fazer um comentário. Desta forma é mais fácil ir ao encontro, das necessidades de cada leitor.

Obrigada por seguir o Blog!

Marlene Borges

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

FELIZ ANO NOVO

Espero que todos tenham tido uma fantástica passagem do Ano! Posso dizer, que este ano 2017, não foi um ano bom. Muitas preocupações pessoais que me levaram a uma constante inquietação, que por sua vez, levou a uma enorme desmotivação!
Imagem retirada da Internet

Até o Blog saiu prejudicado! Eu tinha tantas expectativas para o Blog, que resumidamente, saíram goradas! Não consegui fazer mais posts como o previa, e mesmo as redes sociais ficaram negligenciadas!
Assim, espero sinceramente, que 2018 traga melhores dias…….Desistir, só mesmo se não for possível continuar!

No que se refere ao Blog, eu desejo para 2018, motivação e mais tempo, para que haja muitos mais posts, sobre decoração, organização e dicas de limpeza! Eu sei que a maioria dos meus leitores estão cheios de vontade que o Blog tenha mais posts publicados semanalmente, isto, pelas mensagens que recebo, que me deixam tão feliz, mas ao mesmo tempo, com um sentimento de culpa enorme, por não lhe ter dedicado mais tempo. Não o empenhamento, porque esse foi o meu lema, em cada post que escrevia.

A todos, só me resta desejar um excelente ano de 2018, cheio de saúde, paz, harmonia e que todos os sonhos se realizem!

Obrigada a todos pela força e carinho que me dão, em cada incentivo, comentário ou mensagem, que recebo da vossa parte. Espero encontrá-los mais vezes em 2018!


Marlene Borges

domingo, 24 de dezembro de 2017

Feliz Natal!

A todos um Feliz Natal!


Imagem retirada da Internet
"Com muitas prendinhas"

Marlene Borges

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Planeie a organização

Este post vem na sequência do anterior, em que salientei o quanto era importante destralhar, para uma vida mais equilibrada e menos stressada.

Imagem retirada da Internet
A segunda fase, mas só depois de destralhar, é planear a organização. Definir como é que quer que o espaço fique organizado, de uma forma prática, visível e claro, bonita (a parte estética é muito importante para mim J, mas não se sobrepõe ao funcional).

Eu muitas vezes, mesmo depois de organizar determinado espaço, mudo-o várias vezes até achar, que está perfeito. Os meus filhos e o meu marido já estão habituados e já aceitam as mudanças, mesmo que estas impliquem criar novos hábitos. Uma coisa é certa os meus espaços estão em constante movimento, porque procuro sempre a solução perfeita!

A nossa maneira de viver muda com a passagem do tempo, o mesmo se passa com a organização. O que funciona hoje pode não funcionar amanhã, então há que fazer as alterações necessárias para que volte a funcionar!

Ao planear, olhe atentamente para o espaço, pegue num papel e lápis, desenhe o espaço duma forma funcional e onde a visualidade seja o elemento chave (tudo aquilo que não é visível não é usado, digo isto por experiência própria!).

Quando estiver a esquematizar o espaço a organizar, mude-o as vezes que for necessário, para que tudo fique como pretende e como lhe dá mais jeito. O importante é que funcione para si!

Depois do esquema estar definido, veja em casa os artigos de organização que pode usar. Nunca compre estes artigos por impulso e sem um método definido, ou corre o risco de ficar com uma data de caixas e caixinhas que não precisava, já para não falar no fator dinheiro!

Ainda antes de começar a organizar, e para que tudo tenha um local específico e nada fique esquecido, coloque no espaço a organizar os cestos, caixas e afins vazios, de forma a conseguir visualizar o resultado final. Depois de tudo definido, é só encher as caixas/cestos, e colocar no espaço os itens devidamente agrupados por categorias.

Hoje em dia há soluções organizativas fantásticas para todos os gostos e bolsas. Também, não precisa de ser nada caro, pode até usar caixas de sapatos encapadas, caixas de bombons, separadores de cartão, ou reutilizar o que tem em casa (tupperwares sem tampas) etc., ou pode ir a lojas baratas, como, lojas de chineses, lojas do Euro, Deborla, Ikea, Aki, Continente, entre outros.

Se já está convencido e com as férias do Natal à porta, mãos à obra!

Espero ter ajudado e obrigada por seguir o Blog!


Marlene Borges

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Destralhe e comece a organizar-se!

Tenho recebido vários e.mails e mensagens de pessoas que querem começar a organizar-se, mas não sabem muito bem como começar. O segredo é simples! Comece por destralhar!


Imagem retirada da internet
Quantas vezes olhamos em redor da casa e tudo parece claustrofóbico, desarrumado e sem um sentido prático e ordenado, que nos deixa stressados e com um sentimento de culpa enorme porque não conseguimos organizar aquilo, que muitas outras pessoas o fazem, tão bem e sem esforço.

Como já referi em outros posts sobre organização, destralhar é a palavra-chave. Sem destralhar é impossível organizar-se, até porque tralha não se organiza!

Este processo pode demorar algum tempo, e muitas das vezes como é um processo longo, leva a que a maioria das pessoas fique desanimada e deixem de o fazer, mas acredite, o resultado final compensa. Destralhar dá-nos aquele impulso, que faltava para começar todo o processo de organização.

Crie um plano de destralhe, para que o leve até ao fim, e visualize o resultado final, para que o ânimo não arrefeça e para que possa posteriormente usufruir de energias positivas. Sim, porque menos coisas criam uma sensação de liberdade, amplitude e aconchego, que tanto precisamos quando chegamos a casa, depois de um dia de trabalho. Além que o lema “menos é mais”, resfria a tendência desenfreada do consumismo, tão presente no mundo de hoje.

O plano consiste, em anotar tudo aquilo que quer destralhar, por divisão ou espaço da casa, que está a mais. 

Uma boa ajuda é pesquisar em blogs ou livros para o motivar neste processo. É certo e sabido, que quando lemos alguma coisa sobre determinado assunto que nos interessa, dá-nos logo uma enorme motivação para começar (pelo menos é o que acontece com a maioria das pessoas, eu incluída).

Tralha é tudo aquilo que deixou de ser usado, que tem a mais e não usa, coisas estragadas, pequenas coisas que pairam pela casa e que nada nos trazem de bom, tais como:
  • Roupa e calçado que não nos serve, ou que nunca usamos (doe ou deite fora, caso esteja estragada).
  • Folhetos de supermercado e outros que abundam na nossa caixa do correio.
  • Eletrodomésticos avariados e que teimamos em guardar.
  • Coisas partidas sem conserto.
  • Objetos em duplicado.
  • Louça lascada.
  • Telefones, telemóveis e computadores velhos.
  • Fios elétricos, cordas e cordões, que já não tenham utilidade.
  • Livros, revistas e jornais que não tenham mais qualquer interesse.
  • Coleções disto e daquilo. Muitas das vezes nem olhamos mais para as coleções que fazemos, ficam enfiadas em sacos ou caixas, sem nenhuma visibilidade, ocupando um espaço precioso.
  • Pacotes vazios e papeis, etc.
  • Cosméticos, remédios e comida fora de prazo.
  • Decoração e móveis excessivos.
  • Prendas que lhe foram dadas e que não gosta (pode sempre doar a alguém que lhe dê uso).
Em suma, tudo aquilo que deixou de ter interesse ou uso na nossa vida e que só a prejudica, tanto visualmente como emocionalmente.

Destralhar diariamente é um hábito indispensável, a adicionar à nossa rotina do dia-a-dia, para evitarmos a acumulação.

Destralhar implica não perdermos tempo com coisas, que pouco ou nada significam na nossa vida, além de, "muito importante", não perdermos o nosso tempo a tentar arrumar, o que não tem um espaço previamente definido. 

Destralhar é simplificar, deixar que novas coisas entrem em nossa casa sem a sobrecarregar, criando um fluxo de energias positivas e uma harmonia, tão necessárias para uma vida mais feliz e calma.

Espero que este post seja a alavanca de que precisa, para começar a organizar-se!

Obrigada por seguir o Blog!

Marlene Borges

terça-feira, 14 de novembro de 2017

7 Utensílios de limpeza que devem ser limpos/lavados depois de usados

A limpeza de certos utensílios de limpeza é muito importante, porque desta forma evita-se a proliferação de micro-organismos e o alastramento da sujidade.

Imagem retirada da Internet

Estes utensílios corretamente limpos, é que vão realmente fazer com que a casa fique limpa. Se não o fizer, em vez de limpar a casa, vai espalhar toda a sujidade impregnada nos utensílios, que deveriam ter sido limpos/lavados depois de utilizados.  

Escovas do aspirador – O aspirador é um utensílio fantástico e essencial para manter a casa livre de pó e outras sujidades, daí a necessidade da limpeza das escovas, porque é lá que ficam presos, cabelos, cotão, pequenas migalhas, etc. Por isso nunca se esqueça de as limpar depois de aspirar a casa. O que eu faço no fim de aspirar a casa, é aspirar a escova (retirar o que ficou agarrado) com o cano do aspirador, desta forma mantenho sempre a escovas limpas e em ordem.

Escovas da roupa e escovas dos sapatos – Devem ser limpas sempre que usados para que não haja transferência de sujidade no próximo uso. Pessoalmente gosto de as lavar sempre que são usadas e assim mantê-las limpas.

Esfregona – A esfregona agiliza bastante a limpeza da casa e é essencial, para que a casa fique devidamente limpa. Por isso, sempre que for utilizada, deve ficar uns minutos de molho com um pouco de lixívia, e depois passada por água limpa (pode fazer isso no próprio balde da esfregona, desta forma está também a desinfetar o balde). A esfregona e um foco de sujidade terrível, por isso mantê-la devidamente desinfetada é a solução.

Esfregão e pano da banca – estes utensílios estão constantemente em contato direto com bactérias e germes que habitam a cozinha. Lave-os um pouco de detergente da louça depois de arrumar a cozinha e antes de os guardar (o ideal é guardá-los já secos). Mude-os uma vez semana (ou sempre que necessário).

Panos e esfregões da casa de banho – O mesmo se aplica aos esfregões e panos da casa de banho. Os panos podem ser lavados na máquina da roupa depois de cada utilização (separados claro está, da roupa do dia-a-dia). Depois de cada utilização, eu ponho-os dentro de um balde e não no cesto da roupa suja, para não haver contaminação da restante roupa.

Panos do pó e panos multifunções – Sempre que usar um pano, seja ele do pó ou para limpar outras superfícies, deve lavá-los na máquina da roupa, para evitar espalhar a sujidade depois de cada uso.

Pá do lixo e vassouras – Também devem ser limpos logo após o uso, para que a sujidade não fique colada/impregnada. Se o fizer terá sempre a pá e a vassoura em boas condições de higiene.

São pequenos detalhes que demoram pouco a executar, mas que fazem depois toda a diferença, na limpeza da casa.

Espero ter ajudado e obrigada por seguir o Blog!

Marlene Borges

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Lista de Natal 2017

Depois de uma temporada sem posts (estive fora, estive doente, preocupações familiares, etc!) chegou a hora de voltar a escrever, e como estamos a pouco mais de um mês do Natal, achei que publicar a nova lista de presentes de Natal para 2017, seria um bom recomeço! Não se esqueça para que tudo fique perfeito tem que haver planeamento antecipado.

Decidi publicá-la agora, porque quanto mais tempo tivermos para fazer as compras dos presentes, melhor opções fazemos, uma vez que tivemos tempo de pensar no presente perfeito para cada pessoa e em caso de dúvidas podemos até indagar para acertarmos em cheio, fazendo assim as delicias de quem o recebe. 

Como é óbvio, as compras de última hora são um verdadeiro pesadelo, com filas intermináveis, empurrões e muito desespero! Quando fugimos às compras de última hora, conseguimos poupar tempo e manter-nos dentro do orçamento previsto.

Para imprimir a Lista de Presentes de Natal 2017 clique AQUI.



Agora já não tem desculpa para ter um não ter um natal super organizado!

Obrigada por seguir o blog.

Marlene Borges